Pesquisa revela como seu celular está matando lentamente as abelhas

Parece enredo de um filme de terror, mas é tudo verdade. Alguns pesquisadores sugerem que nosso amor por telefones celulares pode estar matando lentamente a população de abelhas. “Como isso é possível?”, você deve estar se perguntando.

Segundo o site Environmental, o culpado da história é um pigmento chamado criptocromo. As abelhas e muitos outros insetos usam o criptocromo para sentir o campo magnético da Terra e usar esse conhecimento para encontrar suas colmeias. As radiações provenientes de telefones celulares interferem no sentido de direção das abelhas. Existe até um nome para este fenômeno: Colony Collapse Disorder.

Como os pesquisadores descobriram isso? Bem, primeiro, é preciso entender a configuração das colônias. As abelhas são insetos sociais. Uma colônia de abelhas, normalmente consiste de vários milhares de abelhas que cooperam na construção do ninho, coleta de alimentos e criação de larvas. Cada membro tem uma tarefa específica a cumprir, mas é preciso um esforço conjunto de toda a colônia para sobreviverem e se reproduzirem. As abelhas operárias do sexo feminino são responsáveis por saírem da colmeia para localizar fontes de alimento para alimentar a abelha rainha. Além de buscar alimentos, as abelhas trabalhadoras buscam áreas seguras para a recolocação da colônia, quando necessário. Quando elas não conseguem voltar, a colônia perece.

A fim de testar os efeitos do celulares sobre as abelhas e suas colônias, os pesquisadores da Universidade de Punjab, Em Chandigarh, norte da Índia, esconderam um telefone celular numa colmeia. Em dois períodos de 15 minutos por dia o celular era ligado. Depois de três meses, as abelhas deixaram de produzir o mel e a abelha rainha passou a por metade dos ovos. O tamanho da colmeia reduziu drasticamente.

Se você está se perguntando qual o impacto disso, a resposta é bem simples. Além de acabar com os recursos naturais, as abelhas são responsáveis por uma parcela importante da economia mundial. Sua perda seria extremamente onerosa para o bolso.